Skip to content

Cartões de crédito, débito e cobrança

Todos nós que temos uma vida financeira ativa temos “crédito, cobrança ou débito“. Cada uma dessas modalidades permitem que você pague e receba por produtos e serviços.

Os tipos de crédito também possuem características únicas. E se você está comprando com um cartão de crédito, é importante comparar as taxas adicionais, taxas de juros, encargos financeiros e quais os benefícios, vantagens e desvantagens.

Cartões de crédito, débito e cobrança

Veja os exemplos:

Comprando e pagando com cartão de crédito

Cartão de crédito — Você pode usar um cartão de crédito para fazer compras de produtos, serviços e pagar por elas com um prazo de até 45 dias. Mas lembre-se, comprar com crédito é como se fosse um empréstimo (saiba como funciona a empréstimo), você deve pagar o dinheiro de volta no dia do vencimento da fatura.

Em cartões de alguns emissores é cobrada uma taxa anual pelo uso e benefícios, mas tem muitos emissores que fornecem os melhores cartões que não cobram anuidade e cartão com juro zero para compras online e em lojas físicas.

Usando o cartão como crédito, se você não pagar a fatura no prazo ou no vencimento, deverá pagar uma taxa extra com multas e juros atrelados no próximo ciclo mensal. O encargo financeiro vai depender em partes do seu saldo pendente e da taxa percentual de juros cobrada pelo cartão.

Serviços de cobrança — Se você usar a cobrança como serviço, o destinatário deverá pagar o saldo integralmente toda vez que receber um boleto que você emitir com ele, e se não for pago, incorre de juros, multas e correções. Da mesma forma você ao receber uma cobrança em fatura ou boleto, deve pagá-la no prazo estipulado.

Cartão de débito — Este tipo de cartão, o portador pode fazer pagamentos e compras em tempo real, mas diferente do crédito, o débito acessa o dinheiro em sua conta corrente ou poupança na hora eletronicamente.

Dicas de uso dos cartões.

Ao solicitar cartões de crédito, é importante comparar quais são os custos como: impostos, taxas de juros, encargos financeiros e benefícios que podem variar bastante de uma cartão para outro e de emissor.

E, em alguns casos, os cartões de crédito podem parecer ótimos negócios até você ler as letras pequenas com regras de uso e termos ocultos. Quando você estiver tentando encontrar um cartão de crédito certo para você.

Procure saber antes sobre:

Taxa percentual mensal e anual – A taxa de juros mensal é uma medida do custo do crédito, expressa como uma taxa mensal ou anual. Esse índice deve ser divulgado antes que sua conta possa ser ativada e deve aparecer nos extratos da sua conta. O emissor do cartão também deve divulgar a “taxa periódica” – a taxa aplicada ao seu saldo pendente para calcular o encargo financeiro de cada período de cobrança.

Alguns planos de cartão de crédito permitem que o emissor altere esse taxa quando a Selic ou os juros e outros indicadores econômicos – chamados de índices – mudam. Como a variação da taxa está vinculada ao desempenho do índice, esses juros são chamados de “taxa variável”. As alterações de taxa aumentam ou diminuem a cobrança financeira sobre o valor da sua fatura quando financiada. Se você está considerando uma tabela de juros variável, o emissor também deve informar que a taxa pode mudar e como a taxa é determinada.

Antes de se tornar portador de uma cartão de crédito, você também deve receber informações sobre os limites de quanto e com que frequência sua taxa pode mudar.

Período de carência – O período de carência é o número de dias que você tem para pagar sua fatura integralmente sem ser cobrado com juros e encargos financeiros. Por exemplo, a empresa do cartão de crédito pode dizer que você tem 40 dias a partir da data do extrato, desde que você tenha pago seu saldo anterior integralmente até a data de vencimento. A data do extrato está na sua fatura mensal.

O período de carência geralmente se aplica apenas a novas compras. A maioria dos cartões de crédito não oferece um período de carência para empréstimo no cartão. Em vez disso, os juros começam imediatamente a partir do vencimento. Se o seu cartão incluir um período de carência, o emissor deverá enviar sua fatura pelo menos 7 a 10 dias antes da data de vencimento, para que você tenha tempo suficiente para pagar.

Taxa de anuidade – essa taxa anual é cobrada por muitos emissores na hora da associação ao cartão de crédito. Alguns emissores de cartões no entanto avaliam a exclusão de taxa por uma ano, outros os cartões sem anuidade são para sempre e em alguns casos é possível pedir ao emissor o abono da anuidade.

Confira mais lendo e se informando sobre quais são os melhores cartões de crédito sem anuidade e como evitar ter que pagar a taxa de anuidade. Descobrindo todas as vantagens do cartão de credito sem anuidade.

Taxas sobre transação e outras cobranças – alguns emissores cobram uma taxa se você:

  • Usar o cartão para obter um empréstimo ou saque em dinheiro,
  • Efetuar um pagamento fora do vencimento ou;
  • Exceder seu limite de crédito mensal.

Alguns cobram uma taxa mensal (taxa de anuidade) se você usar o cartão – ou se não usar.

Atendimento ao cliente 0800 – O atendimento ao cliente é algo que a maioria das pessoas não considera ou aprecia até que haja um problema. Procure um número de telefone gratuito 24 horas na traseira do seu cartão.

Cobranças não autorizadas – Se o seu cartão for usado sem a sua permissão, você poderá ser responsabilizado se não relatar a perda antes da utilização do cartão, uma vez relatado, o banco ou emissor fará uma investigação para saber mais sobre as cobranças não autorizadas. Para minimizar sua responsabilidade, relate a perda, roubo ou extravio o mais rápido possível.

Leia esse artigo sobre:

Mantenha um registro ou cópia do cartão – tire uma cópia do seu cartão e guarde em um local seguro e separado, você precisa saber quais os números do cartão, as datas de validade e os números de telefone de cada emissor para que você possa relatar a perda rapidamente.